sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Robin Williams foi para o Céu (Suicidas vão para o Céu)!


Atualmente ainda há templos e doutrinas pregando que o suicida vai para o Inferno, enganam-se, o suicida vai para o Céu!
A Depressão é uma doença, um distúrbio afetivo que altera a serotonina, noradrenalina e dopamina no cérebro do enfermo. Se uma pessoa está com câncer, falecendo devido à doença, sendo uma pessoa boa, naturalmente ela vai para o Céu. O suicídio dos bons os levam para o Céu, afinal, estavam doentes.
A estimativa é de que 1/5 da população tenha depressão em algum momento da vida e como uma doença, necessita de tratamento, e como toda doença, ceifa vidas. Assim, pessoas boas que têm a vida tirada por uma enfermidade, definitivamente, elas voltam para casa, afinal, sempre pertenceram ao Céu. Estavam aqui de passagem, terminaram sua missão, preencheram corações, tornaram-se significativas nas vidas dos privilegiados que tiveram a dádiva de viverem ao seu redor delas, tornando o universo particular de cada um à sua volta uma vida com momentos felizes, deixando marcas boas, saudades, alegrias, sonhos e esperanças.
Existe vários mundos, várias moradas, mas cada ser humano é um mundo único. Cada pessoa nos marca de uma maneira exclusiva, pois também somos eternamente raros, especiais e inigualáveis.
A vida aqui é um momento, o Céu é a eternidade.
Logo todos iremos para nosso verdadeiro lar. Com certeza todos os suicidas bons estão no Céu, sorrindo, felizes. Robin Williams apenas voltou para casa.

(Resolvi escrever este texto devido a comentários que vi de pessoas negativas, maldosas, desumanas, que explanaram que Robin Williams não iria para o Céu devido a seu último ato, como se um ato pudesse apagar uma vida de boas obras. Afinal, ele levou sorrisos a centenas de milhões que sofriam de vários males e ao menos naquele instante elas eram curadas. Até breve, Williams, um dia chegará o momento de todos nós irmos também para casa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário