O verdadeiro propósito deste blog

     
      Este blog é destinado a assuntos gerais, desde contestações verossímeis à fantasias, de política a curiosidades de entretenimento banais. Contudo, é um espaço para a verdade. É um grito, um alerta, um despertar para todos que queiram permanecer com os olhos abertos em meio a um mundo que nos torna escravos de nós mesmos. Àqueles que buscam respostas de devaneios, que não se corromperam ou ficaram cansados devido às árduas batalhas, este espaço é para todos vocês. Não há aqui bajulações, censura, covardia, politicagem; mas, sobra coragem, ética, moral, caráter; críticas, ideias, soluções, propostas, fantasias a todos aqueles que ainda têm vivo em si a compaixão, a humildade, o respeito pelo próximo, a ombridade por nossos irmãos terráqueos, a audácia e destreza de lutar pelos fracos e oprimidos, sendo que temos o maior poder de todos os universos e dimensões: o amor.
      Este blog é para todos que amam e que o amor e os sonhos sejam forças que os impulsionem a lutar, dia a dia; não desistam, tenham fé na humanidade.
      Este é o nosso canto e aqui neste espaço encontramos ecos da alma, palavras e devaneios; juntos, tornaremos a Terra um lar e não apenas um mundo passageiro de testes, dificuldades, dor.
       Deixem suas almas ecoarem seus sentimentos.
      Que palavras e devaneios sejam apenas um passo para a vitória da humanidade, a época em que o homem derrotou a pior das bestas do universo, o próprio homem. 
     Que esta seja a época que o humanismo prevalece sobre a humanidade, que a ética se impõe sobre a soberba, que o amor a todo tipo de vida esteja acima do egoísmo e presunção. 
       Que esta seja a época que o homem volta a ser Divino ou finalmente, digno dessa dádiva.
     Que esta época sejamos inspiração ao Universo e não apenas mais uma existência vergonhosa e sem razão. 
     Um brinde aos bons, um brinde ao amor, um brinde à vida, um brinde à descoberta do bem em nós, à aproximação com o Divino que possuímos. Um brinde a você, leitor. E é um prazer tê-lo aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário